31 de agosto de 2017

Michael Jackson e a Busca pela Perfeição

ThrillerStudio

Parece impossível classificar algo como perfeito, uma vez que o gosto humano mora nas relações subjetivas, e relativizar o que é bom ou ruim, ainda mais o que é perfeito, soa conflitante. Todavia, se na história recente da música houve alguém capaz de se apropriar de algo próximo a perfeição, temos em Michael Jackson um dos últimos grandes definidores dos padrões de qualidade na música e na cultura pop.

As mudanças na carreira de Michael, que começou sua trajetória na música ainda criança, junto com seus irmãos, formando os ‘’Jackson’s Five’’, o levaram ao ápice de sua capacidade criativa com o aclamado álbum ‘’Thriller’’, de 1982, talvez seu álbum mais famoso e com os maiores hits de sua carreira.

Das nove músicas contidas no álbum, sete se tornaram sucessos absolutos. Quem poderia esquecer da faixa que dá nome ao disco e seu incrível clipe? Aliás, o clipe de 14 minutos de duração custou mais de 1 milhão de dólares, e colaborou com a solidificação da MTV no mercado.

Mas o álbum vai muito além de sua música título. Os sucessos inesquecíveis como ‘’Billie Jean’’ e ‘’Beat it” continuam tocando as pistas de boates, casas de shows ou bares até os dias de hoje. Essa atemporalidade das obras de Michael Jackson, vai além deste álbum, e é neste sentido que sua busca pela perfeição rítmica e melódica se acentua.

Sempre em busca do melhor timbre, base, sonoridade, ao compor uma música, ao redefinir o que a música pop moderna se tornou, ele parece ter transcendido o que conhecemos por ‘’boa’’ música. Seu legado de produções impecáveis, seja em música, clipes e shows, o eternizou e o definiu como o exemplo a ser seguido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *